top of page
  • Foto do escritorJoão Paulo Moralez

Do F-5 ao Gripen. A trajetória de um piloto de caça

A experiência operacional dos pilotos de caça, muitas vezes, é vasta. A trajetória do Coronel Salvatore é uma dessas e, num bate papo descontraído, ele dividiu um pouco da história da sua carreira.


O Coronel Salvatore é um desses pilotos que, somente em aviões de caça, tem 3 mil horas de voo. Na FAB, pilotou o AT-26 Xavante, o F-5B, o F-5E, o AMX A-1A e o A-1B. Já na reserva, teve a possibilidade de ter voado tantos outros tipos, incluindo o próprio JAS-39 Gripen D e o Gripen Demo, o demonstrador de tecnologia da nova geração de caças da família Gripen da Saab, do qual a FAB é hoje operadora.

"Na fronteira com a Colômbia, durante a Operação Querari, identificamos uma série de laboratórios de guerrilheiros na selva Amazônica. Havia a possibilidade da presença de mísseis SA-7 na região".

Além da Red Flag, história que ele contou no episódio 5 de Fox 3 Kill Podcast, que pode ser ouvido aqui, ele também estava presente na Operação Querari e fez, ainda, o acompanhamento de um avião de guerra eletrônica e reconhecimento da Força Aérea Argentina, um Boeing 707 especialmente modificado para essa missão. Embarque nessa conversa!


Acesse aqui para ouvir o novo episódio!


Patrocínio Master – Saab






237 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Sem Título-4.png
bottom of page